Polícia Civil de Tapes combate o jogo do bicho e recolhe objetos

Reportagem Online/Bira Costa

Foto: Bira Costa

Pessoas foram ouvidas e irão responder pelo crime de contravenções penais e jogos de azar

Polícia CivilNa tarde de quarta-feira (18), 13 agentes da Polícia Civil efetuaram buscas e deteve pessoas ligadas aos jogos do bicho, em sete pontos comerciais de Tapes.

A operação de controle aos jogos ilegais e ao contrabando foi considerada exitosa pela delegada de Tapes e de Sentinela do Sul, Liliane Pasternak Kramm, que vem atuando em sua delegacia, com apenas três servidores.

Durante a tarde, os agentes da polícia civil estiveram nos sete pontos onde há a prática destas contravenções penais, conforme prescreve o Art. 58 da Lei das Contravenções Penais; neles foram recolhidos diversos objetivos que configuram a prática do jogo de azar, como dinheiro, aparelho de fax, tabelas, bilhetes, malotes, e outros.

A delegada informou, no entanto, que produtos como drogas e armas não foram identificados, assim como a presença de menores.

Em outros dois locais vistoriados, considerados como pontos de recepção e de contrabando não houve o flagrante.

As pessoas envolvidas nas detenções tiveram de comparecer à delegacia para ser lavrado o flagrante e o Termo Circunstanciado (TC), quando irão responder ao inquérito que, agora, será aberto na Justiça local.sorvebom

Algumas das pessoas detidas são “reincidentes” desta prática delituosa, salientou a delegada Liliane.

Fiscalização pública é falha

Apesar dessa operação buscar coibir esta prática do jogo do bicho, e, os envolvidos responder ao inquérito policial, os pontos comerciais onde a polícia civil esteve, permanecerão abertos, devido ao alvará de funcionamento lhes dar condições legais para uma finalidade comercial habitual.

A delegada Liliane Kramm ressaltou: “Os pontos comerciais seguem abertos, devido ao alvará ser para outros fins. O controle disso e, o consequente desvio de finalidade é de competência da Prefeitura.”

Reforço no verão é a expectativa

Por fim, a delegada citou que, embora a carência de servidores na D.P Regional, e, mesmo diante da repetição destes crimes, estas operações são positivas.

“A polícia civil precisa coibir essa prática”, reiterou. Lamentou, entretanto, a perda de três servidores, por aposentadoria, este ano, a sobrecarga de serviço, e, afirmou esperar que a Operação Verão venha reforçar o contingente de policiais no município.

“(...) é inviável”, referiu a policial, ao excesso de ações com as quais tem de executar, diariamente.

Tags: Delegada Liliane, Jogo do Bicho, online, Polícia Civil, Tapes

Comentários

Guacira Martins Raphaelli em 18/11/2015 19:51:36
Particularmente, eu daria maior importância aos assaltos, roubos e as drogas correrem soltos na cidade e interior do município.

Enviar comentário

voltar para Tapes

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||