Sartori reforça compromisso com municípios em posse na Famurs

Publicado por bira costa em 07/07/2017 às 14h38

Fonte: Texto Letícia Bonato/Edição: Denise Camargo/Secom 

famursDefendendo a revisão das dívidas previdenciárias, a desburocratização da gestão pública e maior autonomia para as prefeituras, com um novo pacto federativo, tomou posse nesta quinta-feira (6) o novo presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), para o biênio 2017/2018, Salmo Dias de Oliveira, de Rio dos Índios, no Noroeste do estado.

Além do presidente, a nova diretoria da Famurs também foi empossada durante o 37º Congresso de Municípios, em Porto Alegre, que contou com a presença do governador José Ivo Sartori.

A eleição de Salmo foi confirmada em 24 de maio, com votos de 235 chefes de executivos municipais gaúchos.

O novo presidente da federação substitui o ex-prefeito de Arroio do Sal, Luciano Pinto.

Na cerimônia, Sartori reforçou que o governo do Estado está comprometido com a "vida real, que acontece nas comunidades".

"Cada município tem sua importância e peculiaridade, por menor que seja, e atua dentro de um todo. Nosso governo está comprometido com essa união de esforços para atender com mais eficiência às pessoas que mais precisam", ressaltou.

O governador afirmou ainda que o Estado e os municípios vivem um momento de superação. "Juntos vamos superar as dificuldades. Um exemplo disso é a mudança da planta do ICMS, que proporcionou um aumento de 10% em média, no orçamento dos municípios. São quase R$ 800 milhões ao ano.

Muitas cidades certamente não fechariam as contas no azul sem que tomássemos essa medida. O importante é que estamos unindo forças por um novo futuro", acrescentou.sartori

Para o novo presidente da Famurs, "os municípios podem ajudar o país a sair da crise. Para isso, precisamos de um novo pacto federativo, mantendo as riquezas onde elas são produzidas e dando autonomia às comunidades locais".

Entre os objetivos de Salmo Dias à frente da federação está o fortalecimento das relações institucionais com o governo estadual. "Quando o governo conversa com a Famurs, o governo conversa com os 497 municípios do Rio Grande do Sul e com o povo", falou.

Luciano Pinto, que deixou a presidência, destacou que sua gestão teve como pilares a geração de resultados, a consolidação de boas relações com os governos e a aproximação da entidade para com os  municípios.

"Foi um tempo conturbado, de grandes dificuldades econômicas. Vivemos em um momento onde imperam a liberdade, a gestão e a eficiencia.

A população exige um Estado que funcione e isso vai acontecer com a revisão do pacto federativo, e vai ser pelos municípios", concluiu.

Sobre o novo presidente

Salmo Dias de Oliveira, 42 anos, é prefeito reeleito de Rio dos Índios. Natural de Nonoai, é formado em Filosofia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina e em Sociologia e Direito pelo Centro Universitário Euroamericano, de Brasília.

Com uma carreira política iniciada em 1995, já foi secretário de Planejamento, de Saúde e de Administração de seu município e chefe de gabinete do deputado Vilson Covatti, na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. Elegeu-se prefeito em 2012 e foi reeleito, no ano passado, com 57,75% dos votos. Entre 2014 e 2015, Salmo ocupou a vice-presidência da Famurs.

Nova gestão 2017/2018

A indicação da nova diretoria obedece a um acordo firmado, em 2005, entre os partidos. Desde então, acontece o rodízio de legendas na direção da entidade. Desde 1976, a Famurs contribui para a integração de 27 associações regionais, o governo do Estado e a União.

Composição da nova diretoria:

Presidente - Salmo Dias de Oliveira, de Rio dos Índios

1º Vice-presidente - José Francisco Soares Sperotto, de Guaíba

2º Vice-presidente - Evandro Agiz Heberle, de São Jerônimo

3º Vice-presidente - Silvânio Antônio Dias, de Três Palmeiras

1º Secretário - Carlos Rafael Mallmann, de Estrela

2º Secretário - Luiz Felipe Brenner Machado, de Santa Margarida do Sul

1º Tesoureiro - Margarete Simon Ferretti, de Nova Santa Rita

2º Tesoureiro - Eduardo Buzzatti, de Pejuçara

O 37º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul teve patrocínio de Banrisul, Corsan, Badesul, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco e BRDE, além do apoio do Detran e da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

 

Tags: Famurs, Governo do Estado, online, Sartori, Tapes

Enviar comentário

voltar para Política

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||