Eleições divididas afastam representação regional da Assembleia

Publicado por Bira Costa em 12/10/2014 às 10h57

Redação Online

eleições regionaisSobraram desta Eleição de 2014 no 1º Turno alegrias e muitas decepções. Para alguns faltou pouco, já para outros a distância do sonho de ocupar uma vaga no Parlamento Gaúcho e no Congresso Nacional ficou muito distante das expectativas com as quais projetavam muitos militantes e correligionários.

Em mais este pleito, a região Sul do Estado além de dividida fragmentou os votos em muitos candidatos fora do eixo regional e, novamente, ficará fragilizada de representantes nestas bancadas gaúcha e nacional, que possam vir a discutir as demandas globais e aproximar os municípios do desenvolvimento esperado.

Para a Assembleia Legislativa, conquistaram votos apenas sete nomes, que são originários da Zona Sul, dentre eles, José Nunes (ex-prefeito de São Lourenço do Sul) do PT.

Mais adiante assegurou um novo mandato Miriam Marroni do PT de Pelotas e Fábio Branco do PMDB de Rio Grande.

Contudo, na Costa Doce, foram várias as opções disponíveis aos eleitores, como o ex-vice-governador, Beto Grill do PSB, que concorria a deputado federal, também, Marcus Vinicius Vieira de Almeida, ex-prefeito de Sentinela do Sul, do PP, que buscava pela primeira vez uma oportunidade de levar a bandeira do Municipalismo à AL/RS, ficando com pouco mais de 23 mil votos.

Segundo o Chefe do 84ª Cartório Eleitoral de Tapes e região, José Antonio França Pedroso, o pleito de uma maneira geral transcorreu de modo “tranquilo”, com eventuais problemas técnicos como urnas danificadas e ausência de mesários. Mas, ele salientou a grande quantidade de eleitores que justificaram seus votos, uma projeção que atingiu cerca de 18%.

Das surpresas desta eleição, foi à vitória do candidato caxiense, José Ivo Sartori do PMDB, que obteve ótima votação nas três cidades da região: Tapes, Sentinela do Sul e em Cerro Grande do Sul, que fez mais votos que a pepista, Ana Amélia Lemos, nos três municípios. Já Dilma Rousseff venceu Aécio Neves também nas três cidades regionais. Por fim, entre os senadores, o comunicador, Lasier Martins do PDT, venceu em duas cidades, Sentinela e Cerro Grande do Sul, o oponente mais visado, Olívio Dutra, que obteve mais votos em Tapes.

Confira o quadro resumido e, acesse as tabelas disponibilizadas pelo Cartório Eleitoral:

Presidência:

Tapes: Dilma = 4.902, Sentinela: Dilma = 1.825, Cerro Grande do Sul: Dilma = 2.922   

Tapes: Aécio = 3.444, Sentinela: Aécio = 1.201, Cerro G. Sul: Aécio = 2.219   

Tapes: Marina = 752, Sentinela: Marina = 217, Cerro G. Sul: Marina = 338    

Governo do RS:

Tapes: Ana Amélia Lemos = 2.386, Sentinela: Ana Amélia = 969, Cerro G. Sul: Ana Amélia = 431

Tapes: Tarso Genro = 3.315, Sentinela: Tarso = 1.074, Cerro G. Sul: Tarso = 2.014   

Tapes: Sartori = 2.872, Sentinela: Sartori = 1.061, Cerro G. Sul: Sartori = 1.692

Senado:

Tapes: Lasier Martins = 3.132, Sentinela: Lasier = 1.148, Cerro G.: Lasier = 1.847   

Tapes: Olívio = 3.202, Sentinela: Olívio = 937, Cerro G.: Olívio = 1.732

 

Acesse as tabelas com todos os resultados do 1º Turno das Eleições regionais, AQUI:

Tapes por seção

Sentinela por seção

Cerro por seção

Assista a entrevista do Chefe doCartório Eleitoral da 84ª Zona Eleitoral. AQUI, pela Lagoa TV:

http://youtu.be/DDbcHG6Jhq8

 

 

Tags: Assembleia Legislativa, Eleições 2014, online, Políticos, Tapes

Enviar comentário

voltar para Política

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||